Jorginho Mello lança candidatura ao Senado e pede mais respeito de Brasília para com SC

.- . terça-feira - 28/08/2018 São Miguel do Oeste

img
O aniversário de 101 anos de Joaçaba serviu de palco para o lançamento de candidatura de Jorginho Mello ao Senado Federal, no sábado (25). Entre os discursos de vereadores, prefeitos, candidatos a deputado estadual e federal, além do candidato ao Governo do Estado, Mauro Mariani, e do Senado, Paulo Bauer, o assunto mais abordado foi a necessidade de o Governo Federal respeitar mais Santa Catarina, com o envio de recursos para o Estado. Jorginho Mello destacou que sua principal proposta de campanha será o novo Pacto Federativo, que traz mais dinheiro para os Estados e municípios. Atualmente, 65% dos impostos arrecadados ficam em Brasília, 22% com os Estados e somente 13% com os municípios. “A cada R$ 100 que os catarinenses enviam ao Governo Federal, somente R$ 18,64 voltam para Santa Catarina. É um desrespeito para com a nossa terra, que precisa urgente de mais dinheiro para as rodovias e melhoria dos atendimentos nos hospitais”, exaltou Jorginho. Os suplentes de Jorginho Mello na chapa também afirmaram que o Estado está sendo discriminado pelo Governo Federal. Ivete Appel da Silveira, viúva do ex-governador Luiz Henrique da Silveira, agradeceu Jorginho por levantar novamente esta bandeira e o ex-prefeito de Imbituba, Beto Martins, citou a demora da conclusão de importantes rodovias federais, como o trecho-sul da BR-101, a BR-470, a BR-280 e BR-282, como o retrato do tratamento que o Governo Federal dá à Santa Catarina. A eleição de Jorginho Mello ao Senado, ressaltou Mauro Mariani, simboliza um novo olhar sobre prestigiar quem produz. "Jorginho é um homem do bem, de origem humilde e trabalhador. O novo Pacto Federativo será muito importante para Santa Catarina, principalmente para as regiões que mais precisam da mão forte do Estado, regionalizando os serviços, com mais infraestrutura, saúde e educação de qualidade". Para Paulo Bauer, que também é candidato a senador pela coligação “SC quer Mais, Jorginho Mello simboliza a certeza de o estado ter três senadores aliados com o governo catarinense. "Busco a reeleição para aumentar ainda mais o trabalho e, junto com Jorginho e Dario Berger, que continua o seu mandato, temos três vezes mais oportunidades para buscar recursos federais", comentou o candidato.


Mais notícias: São Miguel do Oeste

Últimas notícias: