Dia da Unoesc na Comunidade reúne centenas de pessoas na Praça Walnir Bottaro Daniel

.- . quarta-feira - 05/06/2019 Regional

img

SÃO MIGUEL DO OESTE

Centenas de pessoas participaram, neste domingo (2), do Dia da Unoesc na Comunidade na Praça Walnir Bottaro Daniel. A ação contou com a participação dos cursos de Direito, Medicina Veterinária e da ONG Amigos da Deisy, que desenvolveram diversas atividades.

Durante a ação, o curso de Direito promoveu a Campanha de Conscientização dos Direitos das Pessoas com Deficiência. Acadêmicos e professores prestaram informações sobre o Estatuto da Pessoa com Deficiência e abordaram sobre o Benefício de Prestação Continuada (BPC); direito à igualdade de oportunidades e não discriminação; direito ao atendimento prioritário, à saúde, ao trabalho, à educação, à acessibilidade, entre outros.

Segundo a professora Alexandra Klein Perico e o coordenador do curso, professor Peterson Schaedler, o Brasil possui uma legislação ampla de proteção da pessoa com deficiência e é preciso avançar para que os direitos assegurados no papel sejam absorvidos pela cultura do povo brasileiro.

O acadêmico de Direito, João Pedro Paz, destaca que o evento foi uma oportunidade para as pessoas sanarem dúvidas. "É importante que as pessoas com deficiência se informem e busquem seus direitos", ressalta o acadêmico.

 

Campanha de Vacinação Antirrábica

 

A comunidade também aproveitou para levar os seus animais de estimação para receberem a vacina antirrábica. Foram disponibilizadas 200 doses para cães e gatos. De acordo com a coordenadora do curso, professora Daniele Beuron, a raiva é uma doença perigosa e fatal, sendo que a única forma de prevenção é a vacina. Ela destaca que é função do médico veterinário cuidar da saúde dos animais, do meio ambiente e do ser humano.

O acadêmico Deyvid Pazuck acrescenta que a ação proporcionou vivência profissional aos futuros médicos veterinários. "A campanha foi importante para o nosso aprendizado em relação à manipulação de vacinas e à aplicação delas nos animais, além de estarmos inseridos na comunidade com o objetivo de prevenir a saúde animal e a saúde da população", avalia o estudante, lembrando que, recentemente, Santa Catarina registrou um caso de raiva humana.



Mais notícias: Regional

Últimas notícias: