TURMA DE JOVENS RURAIS É FORMADA NO EXTREMO OESTE

.- . segunda-feira - 25/11/2019 Variedades

img

São Miguel do Oeste – O curso Organização, Gestão e Protagonismo com Jovens Rurais no Cetresmo, formou nesta quinta-feira, 21 de novembro de 2019, vinte e cinco jovens rurais, de dezoito a vinte e nove anos, de nove municípios do extremo oeste, dos municípios de Belmonte, Bom Jesus do Oeste, Cunha Porã, Descanso, Iporã do Oeste, Santa Helena, São João do Oeste, Serra Alta e Tunápolis. O curso, com carga horária de 220 horas, foi realizado entre os meses de abril a novembro, e contou com oito encontros presenciais de três dias, período em que os jovens ficaram hospedados no Centro de Treinamento da Epagri em São Miguel do Oeste. A coordenadora do curso, a Extensionista Social, Flavia Maria de Oliveira, explica que o curso faz parte da Ação Jovem Rural e do Mar, do Programa Capital Humano e Social, e se inspira na Pedagogia da Alternância, que utiliza os preceitos da Pedagogia da Cooperação, que visa o despertar do potencial humano, a sucessão familiar, a inclusão nos espaços de decisão e o acesso às informações técnicas, ambientais e tecnológicas. Durante os encontros, os jovens rurais receberam instruções técnicas em diversas cadeias produtivas, entre elas, Pecuária, Horticultura, Produção de Grãos, Piscicultura e Apicultura e Meliponicultura, e conciliaram atividades teóricas e práticas. Durante o curso os jovens participaram de quatro viagens técnicas, onde, conforme Flavia Maria de Oliveira, tiveram a valiosa oportunidade de promover o aprendizado no grupo, nas descobertas de novos conhecimentos e vivencias na prática do que aprenderam com os instrutores da Epagri. Entre uma das viagens, conheceram o município de Verê, no Paraná, referência em produção de alimentos orgânicos e agroecológicos. Puderam constatar as formas de associativismo dos agricultores, bem como, os aspectos que envolvem as dimensões ambientais de conservação de solo e água. Essa extensão da sala em diferentes locais e contextos culturais é excelente para estimular ainda mais o espírito coletivo e a colaboração entre jovens e os instrutores, complementa Flavia. Ao final do curso, entre os requisitos obrigatórios para a conclusão, os participantes produziram e apresentaram um trabalho intitulado de Projeto de Vida, onde desenvolveram projetos com potenciais de ampliações e/ou melhorias em suas propriedades rurais. A partir desse projeto, será possível se habilitar para acessar recursos financeiros do programa de fomento da Secretaria Estadual da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de Santa Catarina. Entre os projetos apresentados nesta última alternância do curso, a Pecuária de Leite é a área que apresentou a maior demanda de recursos. Além desses recursos, os jovens participantes do curso, são públicos prioritário de incentivo e acesso as políticas públicas do Estado. Este curso é uma realização da Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, através da Epagri, em parceria com o Ministério de Agricultura e Abastecimento e Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural. Uma nova turma deve iniciar no próximo ano no Cetresmo e os interessados em participar podem procurar o escritório municipal do seu município nas regionais de São Miguel do Oeste e Palmitos. O curso é gratuito aos participantes, cabendo apenas a responsabilidade do transporte até o centro de treinamento. Para a coordenadora, o curso foi um sucesso, e ela ressalta que este resultado é a soma de todos os esforços da equipe. Flavia finaliza destacando que a inspiração na pedagogia da alternância não é só para facilitar a permanência do jovem no curso, mas como forma de garantir a contextualização dos conteúdos com seus familiares, possibilitando que o jovem se torne um indivíduo com capacidade de pensar, refletir e tomar decisões, consciente da sua ação sobre o meio e as relações sociais. 



Mais notícias: Variedades

Últimas notícias: