Manifestação contra o descaso com a BR-163 reuniu cerca de três mil pessoas

.- . quinta-feira - 19/12/2019 Regional

Manifestação contra o descaso com a BR-163 reuniu cerca de três mil pessoas

img

São Miguel do Oeste

Cerca de três mil pessoas aderiram ao ato que ocorreu no trevo de acesso a São Miguel do Oeste e no trevo de acesso a São José do Cedro no final da tarde de segunda-feira, 16, em protesto contra as condições da BR-163. Empresários, motoristas, estudantes e agricultores aderiram ao movimento nas duas cidades. 
A manifestação pacífica foi organizada por entidades regionais e ganharam apoio de empresários, motoristas, estudantes e agricultores. O ato visa pressionar o governo a liberar recursos para a obra de revitalização do trecho de 62 quilômetros entre São Miguel do Oeste e Dionísio Cerqueira. A campanha, intitulada S.O.S. BR-163 - Sem asfalto, sem voto” foi encabeçada pelo Lions Clube e rapidamente ganhou adesão de outras entidades e classes.
Em ambos atos, os manifestantes discursaram e seguraram faixas e cartazes com palavras de ordem. A mobilização foi encerrada perto das 18h30, quando os manifestantes soltaram 43 balões que simbolizam as vítimas fatais na rodovia nos últimos anos. Já em São José do Cedro, o ato foi rápido e a rodovia ficou bloqueada por alguns minutos, mas na sequência o trânsito foi liberado novamente. 
A organização do evento realiza um abaixo-assinado que será encaminhado a Brasília. Há também uma petição online que conta com mais de nove mil assinaturas. “Estamos buscando uma audiência com o ministro da Infraestrutura para levar essas assinaturas e as fotos da situação da rodovia”, explica Evandro Rech, do Lyons Clube de São Miguel do Oeste.
No dia 07, membros da organização do protesto fizeram a colocação de mil cruzes em faixas pretas ao longo da Rua Willy Barth, para lembrar os acidentes e as mortes registradas no trecho. Na avaliação dos organizadores, a missão foi cumprida com participação em massa, mesmo com a chuva. O ato contou com participação também de familiares e vítimas de acidentes na BR-163 nos últimos anos devido ao descaso. 
 



Mais notícias: Regional

Últimas notícias: